Projetos de design de interiores sustentáveis

Publicado em 26 de novembro de 2021 por ADI Serra Gaucha

Não é inteligente dar vida a novos projetos sem considerar o impacto que eles podem ter no Planeta. Por isso, projetos de design de interiores sustentáveis buscam soluções eficientes que previnem impactos na natureza. Eles se concentram na escolha dos materiais e promovem, tanto a união de tecnologia, ergonomia e sustentabilidade, como os processos de reciclagem e reaproveitamento.

Os projetos de design de interiores sustentáveis promovem mais do que o cuidado com meio ambiente. Eles contribuem para a produtividade e trazem inúmeros benefícios físicos, mentais e comportamentais. 

Separamos 4 formas de pensar na hora de construir projetos sustentáveis. Confira:

4 formas de considerar ideias sustentáveis para projetos de interiores:

1 – Materiais reciclados e/ou recicláveis

Uma das características mais estimuladas na escolha de materiais sustentáveis é escolher produtos com conteúdo reciclado.

Um ambiente feito totalmente de materiais reciclados – Proj. de Eneas Gomez

Uma característica da maioria dos materiais recicláveis, é a durabilidade. São objetos que não se deterioram facilmente. É exatamente por causa disso que eles são reutilizados na fabricação de móveis. É uma maneira de dar um novo destino a algo que iria para o lixo e passar anos poluindo o meio ambiente.

2 – Plantas adequadas para interiores e espaço adequado para as plantas

A biofilia, termo que significa “amor pela natureza”, define como preferimos estar próximos a elementos naturais ou elementos que remetam a natureza. Estratégias de uso do verde em paredes e coberturas verdes estão cada vez mais comuns.

As plantas nativas tem menor manutenção e menor consumo de água, além de promoverem a biodiversidade local. Evite cactáceas e suculentas , pois estas plantas não contribuem adequadamente com a melhoria do nosso microclima por serem de regiões desérticas.

3 – Durabilidade e segurança acima de tudo

Alguns produtos possuem muitas vantagens ambientais, como baixo teor de toxicidade, alto teor de conteúdo reciclado ou reciclabilidade.

Mas é preciso primeiramente checar questões como: atendimento da norma técnica específica (quando existente) e questões de segurança, como resistência ao fogo, principalmente para forro e sistemas de atenuação acústica e térmica.

4 – Lâmpada eficiente e aconchegante

Houve um tempo em que a única opção de lâmpada eficiente era a fluorescente, mas nem sempre a estética ou a cor fria agradou a todos.

Hoje, as opções com LED, por exemplo, estão mais acessíveis e existem diferentes modelos – até aqueles que lembram a extinta incandescente – para iluminar a casa com economia, cores aconchegantes e estilo.

5 – Materiais Locais

Priorizar fornecedores locais e fomentar a economia local é uma forma de valorizar o ecossistema regional. É também uma boa forma de reduzir os impactos ambientais e a emissão de poluentes causadas pelo transporte. 

Como são os projetos de design interiores sustentáveis

Grande busca por envolvimento com a natureza;

Uso de elementos primários, como luz, água, plantas e paisagens naturais;

Ventilação e iluminação natural;

Materiais, cores e formas naturais;

Vistas amplas, tanto para dentro quanto para fora;

Elementos ou produtos que utilizam em seu processo de fabricação, materiais renováveis.

Gostou desse conteúdo? Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro das novidades.